5 Minutos de Leitura

3 06 2015

Quinta feira, 4 de Junho de 2015

 

 219

Uma janela especial

Passo todos os dias por uma casa de muitas janelas viradas para a rua. Estão sempre abertas as janelas. De lá saem aromas de pétalas de flores, um cheiro assim que não sei descrever.

Olho para a janela e digo: Vive ali alguém feliz. Porque há janelas que merecem que, por trás delas, vivam pessoas felizes…

(…)

E agora acabo de descobrir: Vive lá, por detrás da tal janela de rosto de menina bem penteada e feliz, uma velhota que todos os dias abre a janela, rega vasos de flores maravilhosas, que sorri como se fosse sempre verão, mesmo que o dia esteja forrado de cinza e chumbo e água desprendida dos olhos lacrimejantes do céu.

É uma velhota, convém notar, destacar, esclarecer – até porque dá outro sabor, misterioso mesmo a tudo isto – a quem chamam bruxa, maga, feiticeira, que sorte se fosse realmente assim, quantas vezes já sonhei ah, se eu tivesse poderes mágicos! Chamam-lhe assim, e por razões menores; dizem que as flores nas mãos dela renascem, que os pássaros vêm tocar-lhe de leve os cabelos e debicar as migalhas do pão que lhes estende, dizem até que tocou por dentro certas pessoas e as trouxe de volta para caminhos iluminados…

Laura Reilly

 

Texto selecionado pela BE

Anúncios

Acções

Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s