5 Minutos de Leitura

10 10 2014

Segunda feira, 13 de outubro de 2014

images (1)

Prémio Nobel da Literatura

O romancista francês Patrick Modiano é o vencedor do Nobel da Literatura deste ano. Para justificar a decisão, a Real Academia sueca diz, em comunicado, apenas uma frase: “pela arte da memória com que ele evocou o mais incompreensível dos destinos humanos e pôs a descoberto da vida no mundo da ocupação”. Autor de mais de 30 títulos, muitos marcados pela experiência da II Guerra Mundial e sequelas da ocupação nazi, Patrick Modiano é filho de um judeu de Alexandria e de uma atriz belga que se conheceram durante a ocupação nazi na França. Em declarações aos jornalistas, Peter Englund, escritor e historiador sueco, disse ainda que o autor francês pode ser considerado “o Marcel Proust do nosso tempo”. Patrick Modiano nasceu em Boulogne-Billancourt, nos arredores de Paris, em Julho de 1945, e publicou o seu primeiro romance, “La Place de l’Étoile”, em 1968. Com “Rue des Boutiques Obscures” (“A Rua das Lojas Escuras”) obteve, em 1978, o Prémio Goncourt. Em 1972, recebeu o Grande Prémio de Romance da Academia Francesa. Considerado um dos mais importantes escritores franceses, Patrick Modiano foi distinguido recentemente com o Grande Prémio Nacional das Letras e com o Prémio Margerite-Duras. Editados em Portugal, “O Horizonte” é o seu romance mais recente. “A Rua das Lojas Escuras”, em 1987, “Domingos de Agosto”, em 1988, “Um Circo que Passa”, em 1994, “Dora Bruder”, em 1998 e “No Café da Juventude Perdida”, em 2009. Este é o 11º autor nascido em França a vencer o prémio Nobel.

José Saramago foi o único autor de língua portuguesa a ganhar o prémio Nobel da Literatura, em 1998.

 

Texto extraído do site SAPO

Texto selecionado pela BE