5 Minutos de Leitura

6 10 2014

Terça Feira, 7 de Outubro de 2014

 O_NASCIMENTO_DA_FILOSOFIA

   A importância da Filosofia

 

A maioria das pessoas manifesta um certo descrédito em relação à utilidade da filosofia para a sociedade. Geralmente ouve-se dizer: “É algo demasiado abstracto”, “Isso é coisa de doidos”, “Filosofia…o que é isso?”, “Coitadinho…aquele ali diz que a sua paixão é a filosofia”, e por aí em diante. Basicamente, porque acreditam no seguinte: A Filosofia não serve para nada.   Ora, tal ideia é absolutamente errada. Um dos elementos caracterizadores da filosofia é a argumentação. Esta é mesmo o elemento essencial da filosofia, sem o qual não era possível discutir os problemas que coloca.

Basicamente, argumentar não é mais nem menos do que aquilo que fazemos todos os dias, de uma maneira ou de outra. Mas, uma das vantagens de se argumentar, não é apenas a de as pessoas, a partir de perspectivas e opiniões diferentes, chegarem a um consenso, ou o de evitar a violência física quando existem desacordos, mas, sobretudo, o de eliminar muitos dos nossos preconceitos; muitos deles, ideias erradas acerca da realidade e que não estamos interessados em modificar.

Se pela argumentação, é possível melhorar as nossas ideias, onde a crítica argumentativa que os outros nos dirigem exerce aqui um papel fundamental, e dado que as nossas decisões e acções se baseiam naquilo que pensamos, então, a argumentação é essencial para nos ajudar a tomar melhores decisões e a agir melhor.

Por aqui se pode perceber que, afinal, a filosofia sempre serve para alguma coisa. Por outro lado, os problemas que a filosofia coloca ajudam-nos a compreender melhor o mundo que nos rodeia e a tomar uma atitude crítica em relação às respostas ou soluções que vão sendo apresentadas para os problemas da sociedade, com vista a poderem ser melhoradas, no fundo, com o objectivo de alcançarmos um mundo cada vez melhor para todos.

Pedro Dinis

Texto seleccionado pela BE

Anúncios