5 Minutos de Leitura

10 02 2012

Segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

BATER NÃO É AMOR…

Um estalo, um pontapé ou outra qualquer agressão física é o sinal de que a tua relação tem de chegar ao fim. Não há nenhuma desculpa possível para alguém que supostamente gosta de ti te agredir. E não só essa pessoa não deve arranjar uma desculpa como tu também não deves encontrar uma justificação para tal comportamento.

Se o teu namorado te bate é o sinal mais evidente que não gosta de ti. E não é preciso acontecer muitas vezes para teres essa certeza. À primeira vez que fores agredida, tens de ter coragem para acabar tudo. Por muito que gostes dele, não podes arranjar desculpas tontas como «ele estava nervoso, por isso bateu-me» ou «ele tem uma vida muito difícil em casa, por isso às vezes não se controla». Nada, mesmo nada, pode fazer com que continues numa relação onde há violência física.

Discutiram e ele deu-te um estalo? Adeus e até nunca mais. Se um casal não sabe discutir encontrar soluções para um problema, nunca se dará bem. É normal que num namoro surjam contrariedades, momentos menos bons a que em conjunto têm de saber dar a volta ou perceber que já não vale a pena continuarem juntos. Tu saberás. Mas agredir alguém fisicamente nunca foi nem nunca será solução para nenhum problema. Será sim mais um problema que só poderás resolver acabando tudo.

O respeito é o sentimento mais importante que alguém poderá ter por ti. Quando não existe, dificilmente conseguirás ter uma relação saudável e com futuro. E não te esqueças que quem bate uma vez bate duas ou três. Nestes casos, não há direito a segunda oportunidade. O que te garante a ti que ele mudou? Nada. Não arrisques. Namorar com alguém deve ser a coisa mais bonita que se pode viver, nunca se poderá tornar numa relação de medo e de subjugação.

Mónica Menezes, Muito à frente

Texto selecionado pela Be

Anúncios




Princesa (cont.)

10 02 2012




A invenção da psicanálise (episódio 6)

10 02 2012